E-BOOK MENINAS SUPER POÉTICAS

quarta-feira, julho 30, 2008

Silencioso Sentimento


Silencioso Sentimento
As vezes não aguentoamo o silêncio alimentado pelas nossas decisões,
mas entendemos a precisão deste ato.
Ainda que pareça loucura, o bom mesmo é esquecer todas as argúrias da vida e
recomeçar, e aguardar um novo tempo. Como criança que acredita em contos de fadas,
como adolescentes que fantasiam o amor, como adultos que viveram a realidade com os pés no chão.

Donos de suas razões
De mãos dadas
Trilhamos caminhos
Rumo a felicidade

Das pedras no caminho, faremos delas escadas,
das montanhas, esconderijos
dos ventos, extraímos a melodia cantada,sem pavor e sem restrição.
Damos as mãos e unimos corações apaixonados. Seguimos o que não vemos,
mas o que sentimos.

A estrada longa é... Da vida a história sonhada.
Sem repetições, sem segunda chance.
Corações dilacerados pela dor.

Um novo amor pode surgir...
Um novo e velho sonho acordou
Como o beijo do principe encantado
Despertou a donzela
A vida é o outro, ama o sorriso
Que traz esperança.
Sempre sonharemos com pedras preciosas
Só não saberemos se vamos ganhar a mais valiosas de todas.
Um coração verdadeiro e apaixonado. Nunca será tarde pra amar.


Elizaete Ribeiro

Amar e Amar



Amar e amar
Hoje eu acordei sem palavras
sem roteiro
as idéias me faltaram
a medida em que a saudade foi aumentando
sem expressão
com ardor na alma e no espirito
ouço sussurros do meu eu
dizendo eu amo você
não paro de pensar em nós
é um mundo totalmente novo
sem fronteiras
é prazeroso saber que os meus pensamentos voam e vão até você
e sussurram ao teu ouvido
como uma doce melodia
não pare de pensar em mim
sinta o meu pensamento e o ardor do meu coração
é como a brisa leve e suave que acalma a alma e traz paz e alento
doce calma do mar
domesticado com se fosse sem fúria
as ondas sorrateiras e indo e voltando
sinto a tua respiração sôfrega e agitada
mas com sabor
Não quero apenas tentar
quero viver e amar
amar e amar
sem ter medo de tentar
dono dos meus sentimentos
me despertou como o vento
e agora eu só quero amar

By,


Elizaete Ribeiro

quinta-feira, julho 10, 2008


HOJE...

Meu amor, eu não te conheço mas o meu coração te espera
, o presente de Deus para o meu coração.