E-BOOK MENINAS SUPER POÉTICAS

sábado, novembro 28, 2009

HOJE


Hoje desejo um abraço que disfarce a solidão,
um sorriso que alegre meu coração
porque o dia de hoje nasceu simplesmente radiante,
um sol encantador, um clima envolvente 
Até passou uma andorinha e gritou meu nome,
sobrevoou o céu do meu teto e dispensou pétalas de
rosas sobre meus sonhos.
Hoje, o dia nasceu simplesmente radiante


Elizaete Ribeiro

...

...as vezes não temos razões para sorrir...mas as vezes a solidão e o silêncio nos enobrece...

By,

Elizaete Ribeiro

ILUSÃO


SÃO PAULO, 24 DE novembro DE 2009
Entre mil soluços esbravejo teu nome, essa dor que me consome.
Foram os beijos e abraços um pequeno disfarce, que na ilusão criei, eu amei você na tênue luz do dia.
Procurei uma forma de não sonhar e de riscar você dos meus sonhos, parte de mim lançado fora, se a vida fosse embora, procuro-me entre milhões e não me acho, parto de dor por causa da ilusão que ficou até um dia me encontrar, ressurgir das cinzas pedaços de mim, o que de belo tem a beleza? Atraí sempre a tristeza, e seguem juntas enfim...

FRESTAS


São Paulo, 23.12.09
Procurei tempo para ser feliz
Procurei tempo para dar sentido
Procurei tempo para desabafar da vida
Procurei tempo para lembrar dos amigos
Procurei tempo para perder sem perigo
Procurei tempo, tempo de amar
Procurei tempo, tempo de me afastar
Esperei por momentos, e eles não aconteceram
Sonhei sem tormento mas a alegria não veio
Sobraram apenas pegadas, marcas passadas
Espaços vazios entre frestas de abraços
Procurei tempo, e no tempo fiquei.

Hoje busco entre abraços
Busco nos laços a lembrança
que cultivastes na caminhada,
entre um percurso e espaços
intervalos incontidos de desencontros,
Hoje busco entre os fatos o sorriso que afastastes os sonhos,
hoje busco esta busca entre os espaços
Que criastes no espaço da expectativa, busco a face que o belo sorriso esboçou
Hoje busco entre vales e montanhas essa insana de ter um dia o teu amor
Hoje busco a resposta por ignorares o meu carinho
Procuro preencher o espaço que formaste na espera do teu amor
Uma face que meus lábios afagou
Quem sabe o amanhã não te traga de volta
Eu abro a porta e entra a resposta do seu amor
Não desistirei desta busca que me expulsa de sentir amor
Nuvens de lembranças ficou

Melancolia de amor

Melancolia de amor
Hoje 06.08.09 , coração sozinho ficou, senti saudade de um amor
Que aos poucos me conquistou, hoje o dia fora esquisito, embora o sol nascera bonito, a solidão alcançou o meu coração, e vazio ficou a espera do teu amor, é uma espera sem esfera, como será conquistar o teu amor! Difícil seria não viver um dia o que falou, mas entardecer se ia a alma vazia que perder o seu amor
Como contos ao vento, breve momento que eterniza...

Só hoje eu entendo quem sou, ví a dor que ecoou no vazio do homem,
e alma com fome, fome de amor, não implores o meu amor, apenas o ame, infame desalento que queima por dentro, voraz e cruel, amargo como fel, é a infâmia da dor. Não queria fantasiar o dia que o telefone não tocou, e o desejo de dizer alô e ouvir tua voz suave, doce amado
esbanjando amor, oh dia! Como eu queria ser tua fantasia, fantasia de amor, porque estou nessa melancolia tentando justificar um dia esse tal de amor, envenena a alma e contamina a calma e o pobre coração calou, calou de agonia, agonia de amor, cansei de escrever sobre delírios e desvarios que provocou esse amor...mas um dia entender se ia aquele que amou!
Não me julgue séria por ter perdido a fera que um dia despertou

Só entende a dor aquele que já perdeu um amor, como estremeceu coração e gemeu de paixão, é que sabe como são esse momento de dor, posso contar em versos e reversos aquilo que me estremece e me causa tanta dor.
Só queria ser um dia uma doce melodia para encher de alegria a tua vida vazia, ou talvez uma pequena nota me tornaria e despertaria um acorde por dia, assim seria para sempre uma melodia, um tom e acordes sem contas, mas alcançaria o teu coração que tão distante ficou, ficou porque não acreditou que pudesse ser amor, numa canção tornaria aquilo que um dia podia ser amor!

10.08.09
Cansei de escrever canções que demonstre a sensação de como estou, queria viver um dia, sem essa tal nostalgia de incerteza, que minha alma alcançou, pudera ser poeta não ficaria tão quieta em momentos de dor.

terça-feira, novembro 24, 2009

A voz do meu destino!



Talvez seja a última vez que eu a vejo, seja o último sorriso que eu desejo,
a última voz do meu destino, seja a história se repetindo, o olhar tão verde, que a luz da memória esbraveja, a alegria te veja e salte de prazer.
Minha amada Bisavó, que da vida se refina, conta o prazer de andar com passos firmes, na tua face vejo os traços dos anos, mas eles não roubaste a beleza do teu olhar, entre as linhas dos planos de Deus, sinto teu coração pulsando, e a vida celebrando.
Do ventre fértil, lindas pérolas expelistes, deu vida e amores, em meio a mares e cores, a vida coloriu, aprendi com os teus passos, a leveza dos pássaros, a riqueza dos pastos, que me encantou, a vida assinada pelo o autor, e tu és a obra mais bela que admirei, o bocejar do teu sono, velei. Pela a janela quantas vezes contemplei a autoridade em tuas mãos, entrelaçadas entre fios, fortes e firmes. Quero o abraço cumprido, o embalo dos teus abraços vividos, cheios de experiências, ver teu lindo rosto, será história para contar, e laços para amar.
Matar essa distância que nos consome, belo será quando os meus lábios pronunciar o teu nome. Uma das pessoas que me motiva a sonhar e a viver, é você... me faz dançar sobre os sonhos e a celebrar a vida sem ilusões, tem base, tem pilar, contigo aprendi a força de amar, sempre me encorajou a viver e a lutar, e me ensinou que a força de um sorriso é mais belo que um luar. Que nem os 110 anos foram capazes de te parar.

Publicado na 5 Antologia - Lembrança ao Vento, pela editora Beco dos Poetas

quinta-feira, novembro 19, 2009

/º/º


Anseio perdido
Força medida
Atitude espontânea
Vislumbre de uma visão
Estranha sensação
Solicitude desejada
Excesso de expressão
Carinho sem mãos
Sentimento sem resposta
Erro sem concerto
Reflexão tardia
Arremesso sem rumo
Ilusão sem óptica
Vida sem porta
Sonho sem volta
Renúncia
Recomeço
Amanhã esperado
Palavras medidas
Olhar sem brilho
Faces
Pensamentos avulsos
Saudade sem nome
Tudo isso me consome

By,

Elizaete Ribeiro

SOLIDÃO


Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo… Isto é carência.

Solidão não é o sentimento que a gente experimenta pela ausência das pessoas que a gente ama e que não podem mais voltar… Isto é saudade!
Solidão não é o retiro voluntário a que, muitas vezes, sem saber, a gente acaba se impondo só para realinhar os pensamentos… Isto é equilíbrio.
Não é aquela pausa obrigatória que o destino manda compulsoriamente, para que reveja a nossa vida… Isto é um princípio da natureza.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado… Isto é apenas uma circunstância.
Solidão é muito mais que isto… Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos. E procuramos, em vão, pela nossa alma!

Chico Buarque

quarta-feira, novembro 18, 2009

Paranóico!

Fabriquei na imaginação uma paranoia, como pode ser isso? 
Bom ainda não sei, não descobri. Possibilidades?

Inúmeras, diversas tentativas... Delas vive o homem, isso é quando não morre de fome. 

Mas, que tipo de fome?
Fome de sonhos... De privilégios, de alcançar o sonho desejado. 

Tomara ver!

Ah! Ver o quê? Uai, vê o o sol nascer.  Bem que poderia ser, quem sabe o sol nascer quadrado. 

Vá pra lá com tua paranoia, deixa eu cá, ver o sór nascer agoia.
Dimirado sô, tem louco pra todo lado, óí, e veja com os própro zoios. 
Queria memo ver o sór banhar o rí, mas cum ocê aqui falano, atrapaia todo o meu sonho...

Louco, insano, deixa disso sô e comi, senão tu vai morrer de fome.
E o sonho não passou de sono, imaginação, P a r a n o i a.




Elizaete Ribeiro

Lo sabias?



A poesia nos dar asas e toma vôo nas asas da imaginação, mas a realidade nos acorda...vem a realidade e nos afronta, bom seria ter isso um dia... eu preciso de presença, algo real, toque...proximidade...você está aqui, gostaríamos de ir para um lugar fresco para descansar...Eu vejo em você um objetivo, eu criei uma ilusão ilusória, muito valioso, embrulhar-me na sensaçao de liberdade, e mais importante me deu de volta o desejo de escrever. Sim, eu entendo desde o primeiro dia que te vi, eres my especial, lo sabias? ser complicado, é claro, porque nesta fase da vida, aqueles artistas que tem sensibilidade quase desapareceu, por isso eu digo um pouco complicado, mas a sua alma é uma grande fábrica de bons sentimentos, ou seja, eu acho que seria como andar na rua onde eu nasci e cresci, seria com o meu tipo, um ar de saudade...


By,

Elizinha,

Expressões matemáticas em inglês


É muito comum a necessidade de pronunciar símbolos e expressões matemáticas em inglês. Muita gente se confunde na hora de falar os símbolos da matéria mais temida pelos estudantes. Hoje vamos aprender a dizer expressões matemáticas com as operações básicas. Confira:

+ (plus)
- (minus)
x (times/multiplied by)
÷ (divided by)
= equals/is
% per cent (em inglês americano percent tudo junto)
4² (four squared)
7³ (seven cubed)
810 (eight to the power of ten)
√ (square root of)

Veja como utilizar:

10 - 3 = 7 (ten minus three is seven)
5 + 4 = 9 (five plus four is nine)

Vai aí um desafio, envie nos comentários a expressão abaixo por extenso.

7 x 4 ÷ 2 = 14

Agora é a sua vez!

EXPRESSÕES EM INGLÊS 2

1. Flamenguista, Corintiano, etc: Flamengo fan, Corinthians fan, etc.
Ex: He´s a Vasco fan. (Ele é Vascaíno.)
2. Virar o jogo: Turn the game around
Ex: They turned the game around in the second half. (Eles viraram o jogo no segundo tempo.)
3. Ir por água abaixo: Go down the plughole.
Ex: Everything went down the plughole. (Foi tudo por água abaixo.)
4. Dar trabalho: Be a lot of work.
Ex: Being a mother is a lot of work. (Ser mãe dá trabalho.)
5. Deixar na mão (recusar a ajudar): Turn sb away
Ex: They never turned us away. (Eles nunca nos deixaram na mão.)
6. De luto: In mourning
Ex: He was in mourning. (Ele estava de luto.)
7. Dos outros, alheio: Other people´s
Ex: Don´t use other people´s things. (Não use as coisas dos outros.)
8. Atrapalhar: Get in the way
Ex: It was getting in the way of me enjoying life. (Isto estava me atrapalhando a aproveitar a vida.)
Ex: The noise got in the way of him writing it. (O barulho atrapalhou ele escrever.)
9. Chegar (Chega de comer, falar,etc.): That´s enough eating, talking, etc.
Ex: That´s enought drinking! (Chega de beber!)
10. Ser melhor, seria melhor: Had better
Ex: You´d better go now. (É melhor você ir agora.)
Ex: I´ll bring it next week. You´d better!. (Vou trazer semana que vem. É melhor mesmo, acho bom!.)
11. Deixar no chinelo (ser muito melhor): Put sb/sth to shame
Ex: His team put ours to shame. (O time dele deixou o nosso no chinelo.)
Ex: She puts us to shame. (Ela nos deixa no chinelo.)
12. Altas horas(tarde da note): The small hours
Ex: We talked until the small hours. (Nós conversamos até altas horas.)
13. No limite: At (my, your, etc) limit
Ex: I was at my limit. (Eu estava no meu limite.)

EXPRESSÕES EM INGÊS 1

1. Recomeçar: Start over
Ex: It´s never too late to start life over. (Nunca é tarde para recomeçar a vida.)
2. Espinhas: Pimples
Ex: Chocolate gives you pimples. (Chocolate dá espinhas.)
3. Engordar: Make sb fat
Ex: Soda makes you fat. (Refrigerante engorda.)
4. Mandar: Be the boss
Ex: You´re not the boss of me. (Você não manda em mim.)
5. Acordo, trato: Deal
Ex: A deal is a deal. (Trato é trato.)
Ex: Let´s make a deal, you make dinner and I´ll buy the soda. (Vamos fazer um trato, você faz o jantar e eu compro o refrigerante.)
6. Fazer por merecer: Earn
Ex: You´ve earned it. (Você fez por merecer.)
7. Por mais que: However much
Ex: However much I want to, I can´t stop going there. (Por mais que eu queira, não consigo parar de ir lá.)
8. Justificar: Justify
Ex: They´re young, but that doesn´t justify it. (Eles são novos, mas isso não justifica.)
9. Fazer por onde, fazer por merecer ( algo ruim): Have it coming
Ex: He had it coming. (Ele fez por onde.)
10. Entregador (de pizza, flores, etc): Delivery man
Ex: The pizza delivery man missed work. (O entregador de pizza faltou ao serviço.)
11. Atrasar (pagamentos, trabalhos, etc): Be late with
Ex: She´s never late with the salary payments. (Ela nunca atrasa o pagamento dos salários.)
Ex: They were late with the rent. (Eles estavam atrasados com o aluguel.)
12. Realizar (sonho): Come true
Ex: I´ll make your dream come true. (Vou realizar o seu sonho.)
Ex: I hope your dreams come true. (Eu espero que seus sonhos se realizem.)
13. Dar dinheiro (ser lucrativo): Make money
Ex: Does it make money? (Isto dá dinheiro?)
Ex: Do you think it will make money? (Você acha que isto vai dar dinheiro?)

FATOR DE LEGIBILIDADE DO TEXTO (TEXTO QUE FAZ SENTIDO)

TIPOS DE COERÊNCIA:
Semântica --> O léxico deve ser coerente com o texto...
Sintática --> Ordenação Correta dos elementos na frase, ex. Pronomes, Conectivos, Verbos, etc.
Estilística --> Estilo de linguagem adequado ao público e a situação.
Pragmática --> Que todos os participantes do discurso estejam falando do mesmo assunto.

Obs.: Os 4 elementos da Coerência citadas anteriormente, contribuem com os fatores de coerência (grupo de condições responsáveis para que o texto se apresente de forma coerente).

By,


Elizaete Ribeiro

terça-feira, novembro 17, 2009

As nuvens não passou de um sonho!



Quero um mar para me afogar, uma caverna para me esconder
Quero uma nova identidade, vou enlouquecer de saudade, vou enlouquecer de tanto sonhar, vou enlouquecer de andar nas nuvens, vou enlouquecer quando acordar e descobrir que estou no chão, vou enlouquecer, se tiver que esperar, as nuvens não passou de um sonho.


By,

Zazá Rib

segunda-feira, novembro 16, 2009

FOI VOCÊ MESMO?


Foi você mesmo que me escreveu todas as mensagens off?
Foi você mesmo que enviou os sms?
Foi você mesmo que recebeu as minhas respostas?
Me pergunto foi você mesmo? Foi você mesmo?
Me fez sentir saudade do que nunca tive
Foi você mesmo que me escreveu lindas mensagens de amor, até um beijo com a volta no espaço enviou? Se foi você mesmo sinto em dizer encrencado você ficou! Acabei de ti denunciar no tribunal do amor. De saudade o meu coração não agüentou, não U.T.I estou sofrendo desse mau, mau de amor. Se foi você mesmo, me regaste por favor!
Só podia ser um sonho!
E eu acabei sonhando, sem querer acordar, sonhando, a cada dia, sonhando...ser medo da dor...


By,


Elizinha

Apimenta meu viver!


Tento excluir o dia que te conheci, o dia em que o meu olhar encontrou o teu, mas não consigo imaginar meus sonhos sem você.
Você apimenta meu viver, torna os meus dias mais vivos, dentro de mim há muito de ti...
Você me ensinou a observar o trafego das formigas, o caminho das gentes, a amar o silêncio e contar o que sente...


By,


Elizinha

EU FIQUEI ASSIM!


Há propósito, em tudo sua graça é infinita
Até mesmo nos percalço da vida

Quando há promessa, lembramos que Fiel é o que prometeu
Não desista de mim
Meus sonhos almeja a conquista
Não desista de mim
A minha alma anseia por ti
Há planos sem realizações
Há sonhos sem interpretações
O que será de mim sem ti
Ai meu Deus será o fim
Não desista de mim, não sei viver sem ti
Tu és o meu inicio meio e fim
Deus cuida de mim

Vegeto nesse sentimento dias sem ti
Alimento a cada manhã
Mas a esperança me desgasta
Quando a me pede calma
A ilusão me consome, me tira o sono
E rouba a chance de acreditar
Olha pra mim
O que tenho eu de ti
Olha pra mim
Eu fiquei assim
Sem força de lutar por ti
Falta uma atitude
Vê se não me ilude

Na lembrança, na espera...

By,

Elizaete Ribeiro

Saudade Insistente!



Ai que vazio, que saudade!
Fujo da rotina pra ver se te esqueço
mas tua doce lembrança me persegue
ouço o meu próprio riso pra me convencer
que estou feliz, a saudade aperta
deixando um alerta que nada me
fará esquecer você....é Romeu se tu não me responder,
vai ser assim, eu fugindo de mim, até um dia isso ter um fim....
queria me afogar no mar do esquecimento
tirar do coração todo esse sentimento,
quem me cativou me faz chorar...
gritei pela a janela o seu nome
o céu se abriu, entre pétalas de rosas andei
chutei as folhas secas, fotografei uma borboleta,
admirei uma orquídea mas os teus sonhos não alcancei
O eco voltou pra mim e a minha voz aos teus ouvidos não chegou
que triste fim, eu aqui pensando em ti....pobre de mim...


By,

Elizinha

quarta-feira, novembro 11, 2009

Rio

Eu rio de tudo
até da dor
da verdade que sou
Eu rio até do jeito que sofro
Da seriedade dos fatos
de todos os relatos
Das alegrias
Dos prantos
Dos momentos de prazer
Rio e Rio
Até virar correnteza....

By,

Zazá Rib

Arquiteto imprevisível


Arquiteto imprevisível
O amor não está no toque da pele
No afago do rosto
No sussurro da voz
No abraço demorado
Nos lábios que se encontram
No relance de um olhar
Nas mãos que se aperta
Na quantidade de encontro
Na renúncia de uma tarefa
O amor é mais profundo
Existem valores maiores
O ápice do amor está
Numa saudade incompreendida
Nos sonhos compartilhados
Na sensibilidade
Na cumplicidade
No desejo sonhado
As vezes procuramos tanto
Esperamos tanto
Ele passa em momentos que não pensamos ou esperamos
Não arquitetamos esse momento, ele se projeta sozinho
Como o fruto do acaso, esse é o plano perfeito
Caí como pano de fundo em nossos corações
A tela que pintamos a vida inteira exposta no nosso caminho.
Dependem da nossa sensibilidade de admiração para percebe la
E senti-la com o coração da alma
É assim o amor para os que o esperam

By,

Elizinha

terça-feira, novembro 10, 2009

É!

É! e ficou a sensação de vazio, veio o frio da saudade,
pensamentos incapazes de te esquecer, é,
impossivel equecer teu rosto meigo
teu sorriso em meio ao desejo.
Dilúvio de emoçoes...
Você me conhece perfeitamente
você sabe meu olhar
meu sorriso minha voz...


By,


Elizinha

segunda-feira, novembro 09, 2009

FALTA

publicaria um livro com a falta que você me faz
descreveria nele a sensação da saudade
sou um pedaço de ti
não tem para aonde fugir
eu sou a saudade que grita teu nome
sou o esquecimento que não te esquece
me deixas nessa tortura sem fim
as vezes penso que é sim
mas a ausência diz não
sigo os dias na expectativa
Pedaços, retalhos de um Coração
vida sem sensação
ilusão sem rosto
tudo isso é fruto da saudade
entre linhas escritas e insanas sensações
descrevo - te
desnaturado por natureza
........................................

Elizinha

ROMEU!

Eu admirei as estrelas, busquei entre elas uma que me alegrasse,
mas a nenhuma encontrei.
Busquei no silêncio da noite quietude, mas não fora suficiente para me acalmar
Busquei a beleza do luar, numa noite enluarada, mas não te senti lá.
BUSQUEI a beleza do teu olhar, mais apenas saudade e distância encontrei.
Busquei um coração que me compreendesse, por fim andei entre milhões,
impossível, não encontrei! Continuei só, incompleta e solitária
E hoje o sol insiste em me alegrar, embelezar o dia
mas a única coisa que ele consegue é me fazer lembrar seu rosto e seu belo olhar, que sorriso!
Encontrei você em mim...
Eu só pensei que te amar fosse bom...
Eu acreditei em todas a palavras escritas
Senti vida nelas, meu corpo fora tomando por cada sensação
e ainda sinto e ouço o sussurro da tua voz
Oh! saudade que me consome!
Ela tem só um nome ROMEU!


By,

Elizinha

A tela da vida

A tela da vida
a dor esquecida
vivendo a vida bela
sem se esconder da janela
observando a gente que passa
sem tropeçar na bagaça
é assim que a banda toca
sem se esconder numa paçoca
e você fica na noite fria
esperado um cobertor que não via
congelando lá fora
em busca de uma nova história
vê se toca
vira o rosto e dê meia volta
vai se deparar com a porta
se ela estiver aberta
entra e faça a festa
não tenha medo da noite fria
veja nas estrelas a alegria
da luz da lua que alumia
entre vinhos e vinhas
tudo vira a esquina
uma estrada sem volta
vira as costas
sem a resposta
que a vida espera
leva a mala da experiência
troca entre praças e ventos
o que restou do sofrimento
entre guerras e conquistas...

Elizinha

Saudade

A noite denuncia tua falta
E o dia confirma a tua ausência
As horas conta a saudade
E os segundos ficam mais longos
Na expectativa sem fim
Se entendesse o meu sentimento que o
Fruto do acaso criou não ficarias um segundo sem pensar em mim...

Elizinha

Solidão

Quando ele não vem
esse espaço aumenta mais ainda
mas o que isso importa pra ele
se ao menos pudesse sentir o meu coração
se ao menos ouvisse o meu grito de solidão
se ao menos sentisse minha petição
petição para ser amada, desejada, querida
se ao menos ouvisse o gemido do meu coração
o sussurro da minha alma

Elizinha

Rosa Solitária

Rosa Solitária
Elizaete Ribeiro

Você é o poema mais belo que a vida criou
Tu és a mais bela criatura e te chamo de amor
Decidida estou
Esquecer a dor
Deveras sonhei e por tempo alimentei esse sonho de amor
Poema apenas ficou
A lembrança do que viera a ser amor
O sol despertou o ciúme e a lua ficou sem rumo
Quando o adeus no espaço ecoou
O universo inteiro calou
Tamanho foi a dor daquela que sonhou
Sonhos, sonhos e sonhos
Quem pudera entender
O que vem a ser sofrer
E lutar por alguém que está
Sem pensar em você
Mesmo sem querer o amor vem sem perceber
Sem pedir
Amor insano
Veio sem plano
Mexeu nos sonhos
E rosa solitária deixou

Elizinha